Rio nas altura por Nilo Lima

RIO CARNAVAL

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Eu fui


Eu fui...
Levado por um vento
Que num repente açoitou-me
Amargamente arrastando-me
Sem destino.

E esse vento tirou-me um sentido
O do olfato me cerceando o direito
De sentir o perfume das flores
O néctar expelido por elas
Direcionando-as em outra direção...

Como eu vou me guiar?
Se perdido estou e não pressinto
Onde você se encontra...

Como vou me posicionar?
Se apalpo e não te toco?
Se procuro e não te acho?

Vou me rebater contra esse vento
Vou me desviar e enfrentar sua ação
Vou reagir e furar esse contento
Mas vou chegar até você
Queira a natureza ou não...

Vou me agarrar em seu corpo
Vou me enraizar em seu solo
Vou me alimentar de seu sustento...

E assim, protegido
Vou esperar a calmaria
E me acolher de novo junto a você!



Mochiaro.

2 comentários:

  1. Saudades deste velho e doce poeta!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. te ler.....sentir,
    vontades... de amar de novo!
    ahhh isso é linnnnndo - "Como vou me posicionar?
    Se apalpo e não te toco?
    Se procuro e não te acho?"

    bjssss bruxo!

    ResponderExcluir